JOALHERIA SUIÇA ETERNIZA DRINQUES CLÁSSICOS EM COLEÇÃO DE ANÉIS IRRESISTÍVEIS !

por Luty Vasconcelos

Na foto o copo tem mais pedras de gelo que o necessário, no entanto o anel está na dose certa

Para quem é fã de drinques clássicos ou não dispensa um bom uisque no melhor estilo “on the rocks”, a joalheria suiça Piaget  acaba de lançar uma coleção intitulada “Limelight Garden Party”, que celebra a arte da coquetelaria clássica.

 Dry Martini: o drinque mais famoso do mundo completa 100 anos

Se você ainda pensa que um bom drinque é sinônimo de misturar um suco de qualquer fruta com uma porção de vodca, está na hora de se atualizar. A coquetelaria vem se transformando em uma arte muito mais elaborada, que requer estudos históricos e químicos. Chamada de mixologia, a categoria consistente em criar verdadeiros drinques e renovar os clássicos a partir de técnicas que vão além dos mixs das coqueteleiras . 

Foi exatamente com essa pegada da nova arte que a tradicional joalheria criada em 1974, na Suiça, apostou na nova coleção. Ela já se transformou em must-have dos amantes dos balcões dos melhores bares das grandes capitais do mundo.

Do badalado cosmopolitan, drinque que conquistou as mulheres, no início dos anos 2000, graças ao seriado “Sex and The City”, ao cubano Daiquiri, a Piaget pegou o embalo da mixologia e criou novas misturas para eternizar os clássicos. 

Cosmopolitan

Inspirada pela mistura de rum, hortelã e limão, que compõe o bom e velho mojito, a Piaget utilizou ouro branco, brilhantes, turmalina, critino, savorita e esmeraldas e criou um Mojito eterno com gosto de desejo. E assim, o curioso e refrescante Sex On The Beach, o Daiquiri e o Cosmopolitan se transformaram em joias de verdade. 

Nem todos aderiram a cultura dos coquetéis. Por isso, a coleção também privilegiou os amantes do malte no modelo “Whisky On The Rocks”, em um anel de citrino com duas “pedras de gelo” feitas de quartzo em ouro amarelo.    

versão anel desejo total

Apesar de ser uma exploradora das cartas de drinques mundo afora, quanto aos escolhidos para transformar em anéis, fico com o bom e velho “on the rocks”. Se um dia lançarem um dry martinitalvez não resista ao desejo de portar um belo exemplar na mão esquerda. 

Sobre Mambo Drinkeria


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: